Liberação da maconha: reduzindo gastos

expresidentes

Valmir.Nascimento

A liberação da maconha voltou a ser assunto de debate na última semana depois que os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (Brasil), César Gaviria (Colômbia) e Ernesto Zedillo proporam mudanças na política mundial de drogas.

Além de outros meios de comunicação, o assunto é matéria de capa da revista Época desta semana.

Os três ex-presidentes fazem parte da Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia, e como não encontraram maiores fundamentos para a liberação da cannabis, voltaram a expor o velho e fraco argumento econômico dizendo que “os governos gastam bilhões de dólares por ano, mata-se, prende-se, mas o tráfico se sofistica, cria poderes paralelos e se infiltra na polícia e na política“.

Até onde eu sei os governos gastam bilhões não somente para reprimir o uso de entorpecentes, mas também para acabar com outras formas de criminalidade como o roubo, homicídio, estelionato, etc. Portanto, a criminalidade se sofistica não somente em relação aos entorpecentes.

Assim, se aplicarmos a lógica dos defensores da liberação da maconha segundo o argumento acima exposto, pergunto se seria o caso também de não tipificar como crime o roubo, o homicidio e o estelionato?!?! Essa é a conclusão a que chegamos baseado nessa idéia estapafúrdia dos ex-presidentes. Afinal, esses crimes também provocam grandes gastos para o poder público.

O que precisam entender é que o valor gasto pelo Estado na repreensão do crime não pode ser analisado simplesmente pela ótica financeira. Não se retira o potencial criminoso de um determinado ato (usar/vender droga) somente para diminuir o gasto do país com a criminalidade.

Quando a questão é a segurança pública não se faz contas de quanto poderiamos economizar, como se estivéssemos fazendo a lista de compras de nossa casa. De forma alguma. A tipificação de um crime nunca, jamais, leva em consideração o impacto financeiro ao Estado, ao revés, considera o bem jurídico a ser tutelado, no caso do uso/venda da maconha considera-se o efeito nocivo à toda sociedade. 

Como escreveu Milton Corrêa da Costa: ”Três conseqüências advirão de tal permissividade: a diminuição do estigma social, a redução do preço e o aumento do consumo. Uma porção de maconha custará o mesmo que um saquinho de chá e em qualquer esquina ou no pátio de uma escola não haverá problema em fumar um baseado. Imaginem um piloto de avião que resolve, antes do vôo, fazer uso de maconha ou cheirar cocaína? Liberar a droga significa escancarar, ainda mais, a perigosa porta de entrada para o caminho da destruição, por onde ingressarão mais e mais jovens. O resultado na Holanda não foi dos mais promissores. Cerca de 5 mil dos 25 mil dependentes lá existentes são responsáveis pela metade dos crimes leves. O uso da maconha subiu 400% em razão da liberação”.

Além dos mais, no âmbito econômico a experiência da Holanda demonstra que a liberaçào da maconha é um tiro no pé, isso porque, como noticiamos aqui no blog, com a liberação do comércio de drogas Amsterdã atraiu “os turistas de entorpecentes” dispostos a consumir de tudo, não apenas maconha. Isso fez proliferar o narcotráfico nas ruas do bairro boêmio. O preço da cocaína, da heroína e do ecstasy na capital holandesa está entre os mais baixos da Europa.

E tem mais. Além de ofender os principios éticos, provocar males na saúde física e psicologica do usuário e também atentar contra a saúde pública, a liberação do maconha é um notório retrocesso social. Enquanto o mundo caminha no sentido de acabar com o uso do cigarro, com medidas cada vez mais intolerantes, outro grupo tenta agora liberar o uso da maconha. Paradoxo. Verdadeiro paradoxo!

Área de comentários

opiniões

44 thoughts on “Liberação da maconha: reduzindo gastos

  1. Allan Soares

    O teu blog foi indicado por mim para receber o selo “Olha que blog maneiro!”. Acesse o meu blog e veja as regras.

    Reply
  2. Fratermaurício

    Os três ex-presidentes que fazem parte da Comissão Latino-Americana Sobre Drogas e Democracia, não representam eticamente a voz do povo latino americano, por serem defensores da liberação da maconha. Seria uma total incoerência!
    A liberação da maconha realmente constitui crime pelos inúmeros fatos citados acima, e mais: faz mal à saúde; causa dependência; incita à violência; sem a punição, seu uso aumenta; seus usuários consumirão mais recursos do sistema público de saúde. Mais: os usuários da maconha serão mais pervertidos ainda do que são: inconsequentes, indolentes e irresponsáveis perante a sociedade.
    Como cristão, vejo que a melhor e única solução contra o uso da maconha é crer em Jesus; e o jovem que é flagrado fumando maconha, precisa de Deus, e não de cadeia!

    Reply
    1. Alan

      as vezes a pessoa q vc se refere q está fumando maconha precisa de Deus, ela cre mais q vc e isso seja só hoby para ela…quem usa maconha não deixar de cre em Deus…a mesma fé q vc tem eu tenho também haaaa só pra lembrar eu fumo tambem…é por isso q o Brasil é uma merda por causa de pessoa ignorantes igual a vc q tem na sociedade e lá no planalto….

      Reply
  3. Maya

    Olá, Valmir! Seu Blog foi premiado com o selo “Olha que Blog Maneiro!” Peço que você vá até o Blog da Maya (http://mayafelix.blogspot.com)e leia as condições da premiação e o que significa este selo! Ah, e também tem um prêmio!
    :)

    Maya

    Reply
  4. Valmir Nascimento

    Fratermaurício,

    Muito bem explicitado.

    Mais uma vez a defesa da liberação da maconha é defendido sob falsos argumentos, tentando com isso induzir o povo ao erro.

    A nocividade de tal droga é muito clara para todos, somente não vê quem não quer.

    Reply
  5. Fernando

    Valmir, a sua capacidade intelectual é um grande estímulo a mim e tb, possivelmente, a todos ou a quase todos os leitores do seu blog. Sou estudante de direito e sei que é uma área que ajuda bastante à pessoa a interpretar textos. Ah… gostaria que vc escrevesse o que há de mais importante do conteúdo de algund livros como “E agora, como viveremos?”, “Verdade Absoluta”, e “Fundamentos Inabaláveis”. Seria possível? E, pra terminar, quero dizer que pretendo me tornar um leitor assíduo do seu blog, ok?

    VLWWWWWWWWWWWWWWWWW !!!!!!!!!!!!

    Reply
  6. Valmir Nascimento

    Fernando,

    Obrigado pela visita e pelo comentário.

    O propósito do blog é exatamente esse, Fernando, estimular os cristãos a utilizarem suas mentes em prol do Reino de Deus. Espero estar cumprindo esse objetivo.

    Sua proposta de apontamento dos aspectos mais importantes dos livros é boa, verei se consigo fazer isso, ok.

    Volte sempre aqui no blog, e deixe seus comentários.

    abraço

    Reply
  7. Gercino

    Acho que muito se temfalado a cerca do assunto “maconha” e não se chega a nenhuma conclusão, é tempo de pensar sério, não podemos fazer demagogia, quandoestamos vendo o jundo mergulhar no vício um situação quase sem volta! ainda há esperança não se iluda ha mais de 2000 anos nasceu o redentor; incompreedido, maltratado e morto, ao terceiro dia ressuscitou, com finalidade de dar esperança. apertir de então toda sorte de problemas tem solução basta crer e somente crer que os problemas desparecem, ate mesmo o das drogas do qual estamos tratando. seja crente, acredite confie e Deus e coloque Cristo no centro dos problemas.

    Reply
  8. Nilson Coelho

    É lamentável, que cidadãos como ex-presidente, pense e tenha dita uma besteira dessa. A principio, ficamos sem saber para onde ir em termos de tendências políticas. Nós os crentes temos que cada vez melhor interpretar o texto bíblico. Não dê o que é santo aos cães.

    Reply
  9. Gribaldino

    Tem que libera mesmo.Voces nao vao ser obrigados a fumar.
    E para os fumantes:vamo faze A festa!!!hahahahah.

    Reply
  10. Fábio

    Ola´, boA tarde ! Eu sou cristão mas quero entender, obter maiores informações sobre a maconha, se ela de fato é prejudicial a saúde ou não. Sabemos que o cigarro faz um mal terrível, bem como as diversas bebidas alcóolicas. Agora, a maconha tras no seu bojo malefícios maiores que a do cigarro, por exemplo?
    O que os médicos e cientistas falam sobre o cigarro de maconha?
    Aguardo ancioso a resposta,

    Reply
  11. matheus

    eu só queria saber o motivo de algumas pessoas acharem que a maconha nao deve ser liberada.
    por que eu aposto que a maioria das pessoas contras nao estao preocupadas com a saude dos usuarios(comigo).

    Reply
  12. Conrado

    Então , se um homem quer fumar maconha ele não pode por que outras pessoas acham errado?!,,, eu não bebo não fumo cigarro e eu sei que o cigarro e a bebida faz muito mais mal a saúde que a maconha , se vcs não querem fuma ninguem vai obriga vocês, mais deixa quem fuma fumar em paz , eu não fumo maconha para trabalhar nem para dirijir, gosto de fuma quando estou em casa quando saio com amigos , prefiro mil vezes fuma um do que bebe e fuma cigarro , hoje em dia quem qer fuma fuma ,em qualquer lugar vc compra literalmente em qualquer lugar . conheço varios empressarios q fumam, pessoas q para sociedade são pessoas boas , por q não liberar ? ela ja ta liberada , so que quem ta ganhando com isso é os traficantes .
    Se liberarem a maconha o governo vai ganha muito dinheiro, se a carteira custa R$1,00 q sejá ,, coloque um emposta alto q ela custe R$:10,00 ,,,,
    Eu fumo maconha as 3 anos nunca me aprapalhou em nada, tenho uma empressa que da emprego a mais de 200 fucionarios e A MELHOR DAS IDEIAS DA EMPRESSA PARTIU DE UMA VIAJEM DE UM BASIADO

    Reply
  13. Guilherme

    Desculpe se pare’co rude, mas achei o texto extremamente radicalista.
    Liberar a maconha ‘e diferente de liberar outras drogas, e aderir ao crime e roubo como voce citou no texto. Basta olhar nas inumeras reportagens que foram feitas a respeito dos beneficios da erva.
    Creio que a maneira que ela esta sendo defendida pelo governo ‘e um tanto quanto hipocrita e nao convem com o real beneficio que poderia fazer a liberacao de tal.
    Eu sou a favor da liberacao da maconha, mas creio que o povo brasileiro ainda precisa de uma pequena dose de respeito pelo proximo para que isso seja possivel sem que (como citado) um piloto de aviao resolva queimar uma bomba antes do voo. Apesar que a cachaca ‘e liberada e nem por isso tem gente enchendo a cara antes de realizar trabalhos ou acoes que colocam em risco a vida dos outros.
    Nao basta criticar com fracos e falhos argumentos apenas pelo preconceito que se tem pela herva, voce deve abrir sua mente para enxergar alem disso.
    Que tal um baseado pra abrir a mente e ver se enxerga?

    Reply
  14. Carla Caixeta

    Faço med. veterinária na UnB e tenho q passar longe d certos C.A d lá pra n intoxicar-me com a fumaça disso e tornar-me uma fumante passiva… e palha chegar com o cabelo fedendo a maconha dentro da ´própria universidade

    Reply
  15. Luiz Alfredo

    Existem problemas mais importante que a liberação da maconha – a fome, água potável, distribuição de renda, acesso universal a universidade de qualidade, e outros muitos itens de suma importância para a humanidade. O problema da maconha é que sua proibição fere o direito individual, que é um conceito fundamental da constituição de quase todos os paises democraticos, portanto, fere o direito democratico. “A justiça argentina descriminaliza porte de maconha para consumo pessoal”. Porque os magistrados entenderam que o direito individual – a moralidade subjetiva como diz Hegel, não pode ser afetada. Claro desde que não afete o direito do outro. Os traficantes ao contrário foram presos, porque estes sim, impuseram suas determinações ao outro, venderam maconha, produto não regulamentado pelo Estado. Com certeza discutir este problema é necessário um amplo conhecimento, porque sempre abordamos apenas alguns aspectos e sem profundidade. Eu abordei o direito individual garantido pela constituição. Proibir o individuo de fumar maconha, coloca a democracia em contradição performativa. Coloca o conceito de liberdade em contradição. Lidar com este problema é um pouco complicado. O ex-presidente Fernando Henrique agora luta pela liberação, abordando o aspecto economico do problema, o estado assumiria a produção e distribuição da maconha. tirando a maconha da economia marginal, para formalidade. O Estado assumiria o problema. Em tese a maconha deixaria de financiar o crime pesado, o governo passaria a deter o dinheiro pesado do narcotrafico. Claro, que talvez não se resolva as consequencias alegadas sobre a maconha. Ou talvez ocorra, o que houve quando na Itália renacentista se proibiu o uso do tomate, acusado de causar danos a saude, depois foi liberado e nem nos lembramos mais disso. Com certeza o uso de substancias que alteram os sentidos e a mente é preciso cuidado e estudo. Quanto a maconha é preciso respoder filosóficamente a esta pergunta. Por que a maconha é proibida? É por que faz mal? Por quê? Luiz Alfredo – filosófo.

    Reply
  16. rafael

    Ola, eu sou um viciado. e apoio a liberação, quero fumar a erva nos locais publicos! Escola, Academia, e até no trabalho! A saúde dos outros? Eu nao ligo para as outras pessoas, alias eu quero que elas se foda! Desde que eu fique dando risada atoa com o video do Nerço ja esta de bom tamanho, por isso, Vamos ver se os Deputados Do NOSSO BRAZZZZIL ( C/ z) Agiliza o Baguio ae pra mim! pq eu quero morrer prematuramente mas de forma natural :)
    Ass: Um usuario Comum da erva! e é nois!

    Reply
  17. paulo

    a politica deveria reparar os usuarios cada um tem sua mente diferente uma da outra eu e meus colegas fumamos só a noite pra conversar falamos sobre tudo. inclusive nos queremos até que consigam mesmo acabar com os traficos de outras drogas quimicas e que façam um jeito de vender a maconha comercializada. as drogas quimicas deveriam acabar de qualquer jeito principalmente o crack que está acabando até com os nossos indios.

    Reply
  18. Roberto

    tem mesmo é que liberar a maconha, que por mais que as pessoas se viciem eles nao deixam de viver suas vidas pra correr atraz da droga entretanto o crak é que é o mal do mundo, onde tem milhoes e milhoes de viciados em um caminho sem volta!
    E pra quem diz q é pecado, Deus foi quem colocou a planta no mundo, entao vamos consumir e lutar pra que seja liberadaa.!!

    Reply
  19. POETA DA PAZ

    TENHO 54 ANOS
    CRIEI 4 FILHOS QUE ESTAO ENCAMINHADOS NA VIDA…

    PORQUE EU NAO TENHO O DIREITO DE FFUMAR MINHA MACONHA,
    QUE DEMOCRACIA É ESSA
    VOCE BEBE ENCHE A CARA E FAZ UM MONTAO DE BESTEIRAS NA RUA CONFORME ONOTICIARIOS…

    MAS FUMA UM BASEADO PARA RELAXAR
    ESCREVER E CUIDAR DE MINHAS PLANTAS
    NAO TENHO ESTE DIREITO
    PAZ

    Reply
  20. Eferson da Rocha Noronha

    Sou ex usuario de maconha, parei, pois percebi que tava financiando o comércio ilegal de drogas. Conheci muita gente que fuma maconha e percebi que todos eram contra a violência, guerra, corrupção, terrorismo e varias outras coisas que fere a indole de um ser humano com uma alma pura.
    Sou à favor da liberação da maconha para uso pessoal, no qual seria controlado a venda por orgãos sérios e de respeito para que não ouvesse a venda ilegal para menores de idade.
    Equanto ouver a proibição da maconha mais pessoas vão morrer e o trafico de drogas só vai crescer.
    Se ouver a venda legal da maconha, o governo vai receber mais impostos, no qual vai investir mais em saúde, educação, lazer, entretendimento em favor do cidadão brasileiro.
    Minha opnião à respeito de pessoas religiosas e que abominam a maconha é de respeito, mas preciza-se entender que a maconha não é do diabo, pois a maconha em pouca quantidade não faz mal à ninguém assim como o vinho também não faz.
    Sou um cara que frequenta igrejas, e afirmo com toda a clareza. Não possuo religião, mas tenho uma filosofia de vida com Deus em meu coração.
    Sou um cara que abomina religião, mas que adora à Deus com todas as forças.
    Quanto mais rapido se legalizar o uso da maconha, mais rapido deixa-se de perder vidas inocentes.

    Reply
  21. sergio

    Vc quer se promover encima de um tema que vc nao conhece. É ridiculo esse espaço. Vc pra mim é mais um que usa o nome de deus em vao. um falso profeta. peça a deus a direçao que ele te dara meios para chegar, isso e se for em algun lugar que brilhe a luz . E nao interesses como fama e dinheiro. DEIXE EM PAZ O QUE TRAS A PAZ. Seu ser do mal. Vejo em vc um menssageiro do mal. que visa confundir a evoluçao de um povo que tanto sofre porignorancias como essa que abertamente vc declara.
    Cala te. feche a sua boca em nome da paz te repreendo.

    Reply
  22. Jônatas

    Para mim, o comentário do Conrado é interessantissimo para que as pessoas vejam que não são apenas jovens e pessoas que a sociedade marginaliza que fumam esta erva.O fato é, com a liberação o governo vai ganhar com impostos, descriminalização, menos pessoas vão morrer por não ter que estar entre o fogo cruzado de traficantes e policiais!
    As pessoas que são contra estão totalmente influenciadas pela má imagem que mídia passa!
    Na realidade nunca experimentaram para tirar suas próprias conclusões.Eu experimentei e vi que não era nada de mais, não fiquei viciado ao fumar na primeira vez como muitas pessoas sem experiencia afirmam, escolhi continuar fumando por ser uma erva ”maneira” e não me atrapalhar em nada, pelo contrário nas horas livres me proporciona momento felizes e relaxantes.

    Reply
  23. Marcelo

    Tinha e que liberrar logo,,esse trem de fika fumando escondido dos PM num rola
    tem msm e q liberar ,,,ae isso podeacontecer ???

    Reply
  24. Duda

    Olá!

    Leonardo, o que é que eu posso te dizer? Vou te colocar como interlocutor para o que vou dizer, mas não é nada pessoal, mesmo porque não tive o prazer de te conhecer.

    Você é muito novo e está exposto a vários argumentos de ambas posições. Sinta-se se à vontade para se posicionar em meio à discussão, mas, ao mesmo tempo, é muito mais saudável conhecer a realidade e não acreditar prontamente no que as pessoas dizem, por mais bem intencionadas que sejam. As pessoas muitas vezes não tem informações reais e se baseiam em exemplos extremos para defenderem suas posições, sejam contrárias ou favoráveis (achando que com isso que estão fazendo um bem).

    O que quero dizer é que num debate como esse não é interessante terceirizar sua opinião a partir de argumentos bem intencionados. Melhor é formar uma opinião a partir de exemplos concretos tirados da SUA própria experiência de vida. Perceba as pessoas ao seu redor e não pre-julgue a partir de ideologias prontas, de discursos pré-cozidos, de idéias enlatadas.

    Alguém já deve ter te dito que maconha faz mal, e alguém já deve ter dito que maconha é uma maravilha. Eu vou te dizer apenas isso: maconha é só uma planta, como outras plantas. Algumas plantas produzem efeito psicológico e comportamental, como, por exemplos, a maconha e o café.

    Agora imagine toda essa discussão a respeito do café. Parece não fazer sentido nenhum, certo? Pois é, foi isso mesmo que eu quis dizer.

    E o passado histórico do café também teve seus percalços, assim como a maconha, apesar de isso hoje não fazer a menor diferença. Vários desses falsos dilemas como “legalização ou repressão da maconha” facilmente saem de moda por serem absolutamente irrelevantes.

    Quem fuma não deixa de fumar só porque é proibido, quem não fuma também não precisa fumar só porque é legalizado. O importante é que o indivíduo possa fazer escolhas e respeite as escolhas alheias, dentro de um Estado que se diga democrático.

    Entendeu?

    Abraço!

    Reply
  25. Duda

    Olá Luiz Alfredo,

    Só por curiosidade, seu sobrenome é GARCIA-ROZA?

    Abraço!

    Reply
    1. Luiz Alfredo Nunes de Melo

      Não sou o Luiz Alfredo Garcia-Roza, sou Luiz Alfredo Nunes de Melo. Poeta, filósofo e professor da UFC. Gosto de literatura, filosofia, principalmente, o conceito de liberdade e matureza.

      Reply
  26. Lucas

    Olha, existe diferença entre liberar e legalizar, sou a favor de legalizar a maconha, isso é meu ponto de vista.
    Entendo que legalizando existe pontos positivos e negativos, é como uma balança, acho que deveria colocar essa balança exposta para todos, porque o que acontece hoje em dia é um preconceito grande com quem fuma maconha.
    Eu garanto, a todos vocês, que maconha não é tudo isso que a midia e a “sociedade” diz.
    Um grande ponto positivo que aconteceria com a legalização, é a porrada que vamos dar no bolso dos traficantes, imaginem só, quanto dinheiro eles vão perder, e quanto dinheiro, que é usado para o combate da maconha, o governo pode usar na saúde,educação,etc.
    Isso é uma discussão enorme, e que posso garantir a todos vocês, o Brasil e o mundo está passando por uma evolução, uma hora vai acontecer, e não está longe.
    Abraço a todos, e muita paz e amor, que o resto é resto né :)

    Reply
  27. Duda

    Olá!

    A exemplo da proibição da maconha, acho que deveríamos proibir também o consumo de batata e café. Bata frita faz muito mal à saúde, entope as artérias e faz parar o coração! E o café que tem até efeitos psicotrópicos e todo mundo sabe! É um escândalo que os traficantes de batata e café fiquem impunes!

    Como é que chamam a maconha de “drogas”?! Se ela fosse vendida num supermercado, ela estaria na prateleira dos vegetais ou na drogaria?

    LEGALIZE JÁ! MACONHA NÃO É DROGA, É VEGETAL.

    Num país que se pretenda democrático, deveríamos no mínimo criar campanhas de informação e depois PLEBECITOS — necessariamente nesta ordem.

    2010 ano da legalização! Marina Silva presidente!

    Abraço!

    Reply
  28. Henrique

    Tudo que nasce no solo é de Deus, a maconha nos traz coisas boas, pensamentos bons, nos deixa suave feliz, legalização já, pois tem tantas outras drogas piores do que ela, e a polícia quando nos pega é sem massagem!

    Reply
  29. Eduardo

    Se vc nunca fumou , nao conhece. entao nao fala nada, fume um baseado e depois me fale dele… vc ja viu alguem matar alguem porque fumou um baseado, vc ja viu alguem bater o carro porque fumou um baseado, nao existe isso… a pessoa fuma um ela fica relaxxx… conserteza iria mudar o mundo.. iriamos ter menos vilolencia….
    maconha sim…….
    drogas nao…( alccol, cigarros, cocaina, crack etc…)

    Reply
  30. Bruno

    Apenas uma pergunta, sabemos que já fazem mais de 10.000 anos que a maconha é usada! Quantas mortes ocorreram devido ao uso da mesma??

    Reply
  31. JOhnny Ramos

    O quê pensam os maconheiros?

    A Sociedade recrimina a todos os apreciadores da Cannabis sátira isso não é nenhuma novidade.

    Cientistas e estudiosos do assunto informam que a Cannabis altera o sistema neurológico dos usuários, causando a eles pensamentos das quais os chamam de alucinações. Quais são essas alucinações?

    A sociedade mundial é dividida em varias formas e variáveis possibilidades intelectuais de caráter de seus dogmas de origem nas quais o estado e seus familiares e até mesmo a índole de cada ser é representada através de um cigarro de Cannabis. Qual o seu instinto?

    Dizem que é porta de entrada para outras drogas de efeitos e estragos totalmente diferentes da dos efeitos da Cannabis. Isso seria verdade se houvessem acompanhamentos mais eficazes por parte do governo e seus ministérios da educação, segurança, justiça e cidadania é principalmente da família em suas diretrizes educacionais por falta de diálogos ou enraizados com produtos e formas ilícitas de convivências sociais. Como uma arvore do bem ou do mal. De quem é o erro?

    A questão é: Pessoas que são absolutamente consumidores únicos e exclusivos da Cannabis ficam no meio de um fogo cruzado dando a entender que o consumo da maconha é o mal de toda a humanidade, onde pessoas guerrilham em suas cidades para terem o seu poder de vendas de um produto barato e sem consumos repetitivos como a cocaína e seus derivados que no meu ponto de vista este sim deveria ser exterminada na face do planeta. Porque será que os países não fazem guerra contra os países produtores de papoulas? Quem mata mais? Todas as guerras do mundo ou o consumo de cocaína e suas conseqüências pelo mundo?

    Bem, não estou aqui para falar do que eu chamo o lado mal do ser que é o consumo de cocaína e seus impulsos pelo consumo.

    Quero saber das pessoas que utilizam a Cannabis para fins teólogos, filosóficos, planejamentos profissionais e pessoais, enfim, nas varias possibilidades de ver um mundo diferente em sua visão.

    Será que todos os consumidores da Cannabis sátira são realmente marginais que pensam sempre em fazer o mal?

    Reply
  32. Gustavo Rasta

    MACONHA DEIXOU DE SER CONSIDERADO “DROGA“A TEMPOS, A NAO SER PRA SOCIEDADE QUE TEMOS NESSE PAIS QUE NAO VEEM QUE AS VERDADEIRAS DROGAS ESTAO NO PODER MATANDO MAIS E ROUBANDO DO QUE QUALQUER OUTRA COISA……E MACONHA JA É USADO NO COMBATE DO CRACK….QUE ESTE SIM PODE SE CHAMAR DE DROGA……..E TEM CADA COMENTARIO NESSE BLOG QUE ME DEIXA TRISTE…PAZ E AMOR A TODOS!
    E QUEM JULGA MACONHA E MACONHEIROS QUE CONHEÇAM ANTES DE FALAR, PARA SEU PROPRIO BEM INTERIOR. GRANDE ABRAÇO A TODOS

    Reply
  33. carlos

    Presados senhores ;a liberação do uso da maconha implicará em aumento do tamanho do estado principalmente no setor de saúde e previdência que convenhamos já é pessimo . não sei se a subtração do valor que seria economisado em segurança pública daria para cobrir estes custos.
    Só depois veremos alguem arrisca?
    Se eu fose governo não arriscaria mas depois que saem do governo todo mundo tem receitas prontas por que o FHC não fez isso quandoera governo?

    Reply
  34. fernanada!!!

    tem que ser liberada, claro , dai o Brasil com certeza vai acabar de ser um pais sub desenvolvido , pra ser um pais completamente pobre, falado mal pelo resto de todo o mundo com o pais de mulher prostituta e drogas!!!!
    ISSO BRASIL SIGA EM FRENTE NESSE RITMO, Pq JEITO QUE TA INDO MT BEM,!!! drogas , prostituição, decadência.. Essa é a realidade!!!

    Reply
  35. Aluizio

    na minha opiniao como brasileiro e como conhecedor profundo da instituicao chamada policia aque deviamos acreditar mas nao temos condicoes por que como vamos combater uma droga que entra de fora pra dentro do nosso pais pelas nossas fronteiras se nao sabemos acabar com as drogas que ja existem dentro do nosso pais que sao as nossas altoridades corruptas enconpetentes que ja entram em uma disputa politica com a unica intencao de se dar bem financeiramente,que ja entram com o pensamento errado a saude publica a seguranca publica a educacao de um pais sao prioridades de uma nacao,mas se as nossa altoridades nao tem interesse ou mesmo competencia para acabar com a droga que é atualmente a saude publica,a seguranca publica,a educacao,e trabalho para o desemvolvimento de uma nacao como é que eles sao os primeiros a vir a publico com demagogias de acabar com a droga que inpestam o nosso pais se nao sao capazes de honrar um compromisso com a propria nacao de nao roubarem a nacao,as nossa policias incapazes de se interessar realmente em ser uma instituicao que possamos confiar so temos policia para quem nao conhece os seus direitos,para quem nao sabe se expressar e para quem nao tem um poder financeiro elevado por tanto a pior droga que temos realmente que combater sao primeiro as de dentro de nossa casa se nao cortarmos o mau pela raiz como vamos poder combater o mal que vem de fora para dentro na minha opiniao enquanto existir sobre a face da terra duas coisas chamadas politico e policia,nao teremos um pais desente pra mim eu comparo como o CANCER e a AIDS,ache quem quiser achar grossa ignorante,arcaica a minha opiniao mas eu so honesto falo aquilo que tenho pra falar eu falo oque as nossa altoridades precisam ouvir e nao oque eles querem ouvir…

    obrigado aquelas pessoas que como eu repudiam a demagogia as arbitrariedades de nossas altoridades.

    vivemos num pais democratico e se nao tivermos o direito de expressao entao nao sabemos oque é,um pais democratico ou direito de expressao.

    OBRIGADO…!

    Reply
  36. consiencia

    eu não vou jungar quem usa ou quem deixa de usar !!! eu não me encomodo de quem usa mas eu vou me encomodar no dia em q um usuario vier na minha casa me roubar para usar droga então precisamos ter a consiencia de q a maconha quando usa um vez é muito dificil de parar essas pessoas q usam elas vão querer mais e mais !!!eu seii q eles não gostam da violencia mas eles não vão está em sii quando estiverem usandoo !!!

    Reply
  37. Editor

    Atenção, atenção, aos orkuteiros que estão vindo da comunidade Legalização Consciente – http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=114315&tid=5443665512056474299

    Todos os comentários deixados pelos “nobres” não contribuiu em nada para o debate. Não vi um único argumento. Somente ataques pessoais. Onde está a dita consciência? Acho que podem mais do que isso.

    Assim que tiverem algo plausível, voltem aqui para dialogar.

    abç.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *